Busca:
 
Nome de usuário:
Senha:
A SMM é filiada a:






Que diferença faz ser atendido por um Cirurgião Pediátrico ?

  As crianças não são adultos em miniatura, portanto seus problemas cirúrgicos freqüentemente são bem diferentes daqueles encontrados no dia a dia pelo cirurgião geral de adultos. Os pacientes pediátricos também necessitam de um ambiente de consultório diferenciado, com decoração apropriada e principalmente de uma abordagem adequada para a sua faixa etária. Seu tratamento cirúrgico deve, sempre que possível, ser realizado com anestesia geral e sem necessitar de internação hospitalar.
Cirurgiões Pediátricos são médicos treinados, qualificados, especializados e experientes no cuidado cirúrgico em todas as fases do desenvolvimento da infância, desde o estágio pré-natal, recém nascidos, lactentes, crianças e até adolescentes. São cirurgiões que pelo treinamento, são orientados a trabalhar com malformações congênitas e doenças próprias da infância, entendendo as necessidades especiais desta faixa etária. Baseados no treinamento avançado, e experiência na prática diária, tem conhecimento de uma ampla gama de opções de técnicas cirúrgicas para lidar com crianças de todas idades que necessitem de tratamento cirúrgico. Cirurgiões Pediátricos são capazes de salvar uma vida no início da mesma, e portanto podem ter a felicidade e a oportunidade de seguir seus pacientes através dos anos, pela juventude até que tornem-se adultos saudáveis, produtivos e felizes.

 

Como um Cirurgião Pediátrico é treinado e recebe seu certificado ?

  Para completar seu treinamento e poder fazer a prova que lhe conferirá o título de Especialista um médico deve ter tido dois anos prévios de residência médica em Cirurgia Geral, e então precisa complementar com mais três anos adicionais de treinamento exclusivo em Cirurgia Pediátrica. Após rigorosa prova escrita para confirmar que seu conhecimento cirúrgico é do mais elevado grau, e de uma prova oral que determina sua habilidade em manusear com uma ampla variedade de problemas cirúrgicos na infância o cirurgião recebe seu título de ESPECIALISTA EM CIRURGIA PEDIÁTRICA pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Pediátrica (CIPE-BR), avalizado pela Associação Médica Brasileira (AMB) e pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).
Esta avaliação é conduzida de acordo com padrões nacionais que foram estabelecidos para assegurar que os pacientes recebam o melhor cuidado cirúrgico possível, e que estes especialistas estejam comprometidos com os mais elevados princípios de uma conduta ética. A atualização científica dos Cirurgiões Pediátricos é garantida pela participação em diversos Cursos e Jornadas que ocorrem anualmente em todo o Brasil e principalmente durante o Congresso Brasileiro de Cirurgia Pediátrica, que ocorre a cada dois anos, em conjunto com o Congresso de Cirurgia Pediátrica do Mercosul.

 

Qual é a função do Cirurgião Pediátrico no tratamento do seu filho ou sua filha ?

  A preocupação primária do Cirurgião Pediátrico se relaciona com o diagnóstico e com o manejo pré-operatório, trans-operatório e pós-operatório dos problemas cirúrgicos na infância. Algumas doenças em recém nascidos não são compatíveis com uma boa qualidade de vida a menos que sejam corrigidas cirúrgicamente. Estas condições devem ser reconhecidas e diagnosticadas imediatamente pelos neonatologistas, pediatras e clínicos gerais. O Cirurgião Pediátrico coopera com todos os especialistas envolvidos no cuidado médico destes pacientes para determinar quando a cirurgia é a melhor opção para cada criança.

 

Qual é o foco da Cirurgia Pediátrica ?

  Cirurgiões Pediátricos utilizam seu conhecimento e experiência providenciando os melhores cuidados cirúrgicos para todas as condições e problemas que afetem as crianças e requeiram a intervenção cirúrgica. Quando indicado, eles utilizam técnicas de videodiagnóstico e videocirurgia abdominais e torácicas, e participam das equipes de transplantes de órgãos em crianças. Eles tem formação especializada, qualificação e experiência nas seguintes áreas :
  •  Neonatal - Cirurgiões Pediátricos tem conhecimento especializado na correção cirúrgica de malformações congênitas, algumas das quais causam risco de vida tantos nos prematuros como nas crianças a termo.
  •  Pré-natal - Cirurgiões Pediátricos, em cooperação com radiologistas e ecografistas, utilizam ultrasom e outras tecnologias para detectar alterações no desenvolvimento das crianças antes do nascimento. Eles podem então planejar a correção cirúrgica e antes da criança nascer já conscientizar os pais do problema e de qual será a conduta para obter a correção do mesmo. O diagnóstico pré-natal pode indicar a necessidade da Cirurgia Fetal, a qual é uma nova fronteira em desenvolvimento como sub-especialidade da Cirurgia Pediátrica . A aplicação da maioria das técnicas cirúrgicas fetais ainda está no estágio experimental.
  •  Urologia Pediátrica - Devido à grande incidência das malformações genito-urinárias e de doenças nos órgãos genitais e urinários principalmente dos meninos o Cirurgião Pediátrico tem qualificação e experiência no tratamento cirúrgico destas patologias.
  •  Trauma - Devido ao trauma ser a causa número 1 de morte entre crianças maiores e adolescentes nos países desenvolvidos ou em desenvolvimento, os Cirurgiões Pediátricos freqüentemente enfrentam situações críticas envolvendo lesões traumáticas em crianças que podem ou não necessitar de tratamento cirúrgico. Muitos cirurgiões pediátricos estão envolvidos em programas de prevenção de acidentes em suas comunidades, com o propósito de reduzir a incidência de lesões traumáticas na infância.
  •  Oncologia Pediátrica - Os Cirurgiões Pediátricos estão envolvidos nas equipes multidisciplinares para o diagnóstico e o tratamento das crianças com tumores malignos ou benignos.

 

Aonde os Cirurgiões Pediátricos trabalham ?

  Cirurgiões Pediátricos praticam sua especialidade em várias instituições médicas, incluindo hospitais infantis, centros médicos universitários e em hospitais gerais de grande porte equipados e capacitados para o manejo cirúrgico de neonatos, lactentes, crianças e adolescentes.
Procedimentos cirúrgicos mais complexos somente devem ser realizados naqueles hospitais que alem de ter um Serviço de Cirurgia Pediátrica, dirigido por um experiente e qualificado Cirurgião Pediátrico, também disponibilize todos os equipamentos e pessoal qualificado necessários para os cuidados contínuos do paciente cirúrgico pediátrico grave. Isto significa a existência de CTI-Neonatal e CTI-Pediátrica, com o apoio de anestesiologistas pediátricos, ecografistas e radiologistas pediátricos, tanto quanto de outras especialidades pediátricas vitais para o sucesso do tratamento. Estes Centros de Referência Pediátricos geralmente proporcionam treinamento à nível de pós-graduação em Pediatria, Neonatologia, Cirurgia Pediátrica e Pesquisa Pediátrica, e são acreditados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Pediátrica para o treinamento dos futuros Cirurgiões Pediátricos.






Outras Dicas e Matérias de Cirurgia Pediátrica:
32 3721-3865 - atendimento@smm.med.br |Horário de atendimento:

Segunda-feira a Sexta-feira: 12:00 às 18:00 horas